domingo, 31 de janeiro de 2010

uma dor de ser e não ter(filipe fernandes,saulo alves)

um dor de ser e não ter
sofrer em ti querer
uma dor esquisita
não tem começo e nem fim
eu ti amo
a cada ano sem você perco a graça de viver
vivo pensando em você
mais a cada dia que passa está mais difícil de te esquecer
e de perder me faz quebrar os sonhos de ser alguém
minha Dulcenéia de Dom Quixote
quero ter uma profissão para ti construir meus planos
a dor não passa sem você
queria tanto te ter
mais o destino não quis deixar
o que posso fazer ?
o meu amor é inteiro sem juízo
não quero ao menos deixar de ti ver amada
estou deixando de sorrir , o mar perdeu o encanto só fico em plantos chorando pelos cantos
a minha vida é ti querida e a profissão também
fico sem ti ter e ti ver
o meu amor é inteiro sem juízo
não quero ao menos deixar de ti ver amada
estou deixando de sorrir , o mar perdeu o encanto só fico em plantos chorando pelos cantos
a minha vida é ti querida e a profissão também
fico sem ti ter e ti ver

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. "Te ver e não te querer é improvável é impossíveL
    Te têr e TER que esquecer é insurportável é dor IncríveL"
    kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir